quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Guardanapo de papel XIX

Inspira o perfume do meu pescoço que... quem sabe, eu te inspiro uma canção.

Um comentário:

Roberto Borati disse...

e tudo vira tango embaralhado-poético-guardanapo-embriagado.


ótimo, sempre.